1. Cronograma

a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

2. Introdução

O objetivo desta semana é aprimorar a habilidade de produzir gráficos adequados para a exploração dos dados e para a publicação do seu trabalho, o que tipicamente se chama de Data Visualization (ou Visualização de Dados).

No processo de análise, produzimos várias visualizações dos dados, pois é preciso encontrar formas adequadas de comunicar as nossas ideias, tornando evidentes os padrões que encontramos nos dados.

Essa é uma habilidade que depende do desenvolvimento de um olhar (assim como a fotografia), que vai sendo educado para diferenciar gráficos eficientes: claros e compreensíveis, equilibrando a quantidade de informação com a compreensibilidade.

Essa educação do olhar depende da criação de um repertório visual, que nos possibilita abandonar as soluções típicas (e ruins) dos gráficos de pizza produzidos pelo Excel e abre o espaço para a produção de visualizações mais capazes de tornar compreensíveis as ideias que pretendemos traduzir nos gráficos.

Por isso, os objetivos deste módulo são:

  • desenvolver um repertório de tipos de gráficos;
  • compreender as vantagens e limite de alguns modelos disponíveis;
  • desenvolver a habilidade de limitar a 'saturação' dos gráficos.

3. Leituras

3.1 Leitura obrigatória

1: Nussbaumer Knaflic, Cole (2015). Storytellyg com dados. (Storytelling with Data: A Data Visualization Guide for Business Professionals).

4. Atividades

4.1 Definição do trabalho final

Neste momento do curso, é preciso definir se você fará o trabalho final, que é um dos requisitos para uma menção SS.

Como indicado nas informações gerais sobre o curso, o trabalho final pode ser:

  1. Um projeto de pesquisa de dados em direito.
  2. Um programa capaz de extrair dados e gerar um banco, acerca de dados que não foram ainda colhidos e organizados.
  3. Um banco de dados desenvolvido, construído ao longo da disciplina, que possa ser disponibilizado de forma pública.
  4. Outro trabalho técnico ou acadêmico, desde que seja aprovado pelo(s) docente(s). Nesse caso, o estudante ou grupo deve apresentar uma proposta de trabalho alternativo .

A definição do tipo do trabalho final deverá ser feita pelo seguinte Formulário.